AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

A320neo e Embraer E2 são as prioridades da Azul

Com menores custos operacionais, os aviões mais novos compensam o investimento para comprá-los

As novas famílias dos jatos da Embraer e Airbus agradaram a Azul. A empresa divulgou que vai acelerar o recebimento dessas aeronaves já em 2019. Até o fim do ano, serão doze A320Neo novos e seis Embraer E2. O planejamento inicial era receber sete e duas unidades, respectivamente.

Por outro lado, a Azul desistiu de receber três novos ATR em 2019, mantendo a frota atual de 33 aeronaves, e vai receber três novos Airbus A330, e não mais quatro, como inicialmente planejado. Quinze Embraer 195 das gerações iniciais também devem ser retirados de serviço.

Tendo encerrado 2018 com 123 aeronaves, a Azul deverá fechar 2019 com 129 aviões: 32 A320neo (eram 20), seis Embraer E2 (não operavam em 2018), 48 E-Jets de primeira geração (eram 63), 33 turboélices ATR (a mesma frota) e dez Airbus A330 (eram 7). Em resumo, quinze aeronaves mais antigas sairão de serviço e 21 novas serão incorporadas.

O atual planejamento para ter 129 aeronaves em 2019 prevê dois aviões a menos que a intenção inicial, que seria chegar a 131 na linha de voo. Porém, o fato é que o número de aeronaves novas a serem recebidas é até maior: oito. A diferença foi a decisão de parar quinze E-Jets mais antigos, e não somente oito.

A estratégia da empresa é acelerar a substituição de aeronaves menores por aeronaves maiores, ampliando o total de assentos-quilômetros oferecidos (ASKs) aumente em 18%. “A Azul encerrou 2018 com uma frota de 20 aeronaves A320neo, que contribuem para uma receita significativamente maior em todas as nossas unidades de negócio. Os assentos adicionais oferecem aos passageiros maior conectividade em nossa malha, maior opções de resgate de pontos para nossos clientes TudoAzul e mais espaço para acomodação de cargas da Azul Cargo Express. Além destes benefícios, o custo por assento do A320neo é 29% menor do que o de nossa geração atual de aeronaves. Também estamos igualmente entusiasmados com a chegada da próxima geração de aeronaves Embraer E2, que fornecem uma redução de 26% no custo por assento comparado às aeronaves atuais”, explica John Rodgerson, CEO da Azul.

Noite de autógrafos

Noite de autógrafos

Pré – Lançamento!

Pré – Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Produtos

Carrinho