AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Aeroportos: estoque de combustível dura até amanhã

A greve dos caminhoneiros tem afetado diversos setores em todo o país. Uma área bastante sensível é o abastecimento de combustível para os aeroportos, que têm estoques que devem durar apenas até amanhã 25/05 caso não sejam abastecidos urgentemente.

O aeroporto de Viracopos, por exemplo, segundo maior em volume de cargas no país trabalha apenas com dois dias de estoque. Como o aeroporto do interior de SP recebeu combustível na última quarta (23/05) deverá conseguir abastecer as aeronaves apenas até amanhã.

O Aeroporto Internacional de Brasília iniciou o racionamento no dia 22/05 quando as entregas de Querosene de Aviação (QAV) começaram a ter problemas Segundo nota da Inframerica, empresa operadora do aeroporto de Brasília, o aeroporto recebe diariamente uma média de 20 caminhões de QAV com carga de 60 mil litros cada. Desde o início do racionamento foram recebidos apenas 10 desses caminhões.

Segundo a Inframerica “somente pousarão no Aeroporto de Brasília aeronaves com capacidade para decolar sem a necessidade de abastecimento no Terminal brasiliense. Aviões que pousarem e que necessitem de abastecimento ficarão em solo até regularizar o fornecimento do Aeroporto. A principal medida do racionamento é a permissão para pouso apenas de aeronaves que têm combustível suficiente para concluir a próxima etapa do voo, não recebendo aeronaves que necessitem reabastecimento em solo”.

A última entrega de QAV em Brasília ocorreu na tarde de hoje, o que permite operação até a manhã de sexta-feira (25/05).

Nos aeroportos de Recife e Goiânia, os estoques garantiam a operação normal até a noite de hoje. Aracaju, que estava sem QAV, recebeu uma carga essa tarde normalizando as operações até amanhã.

No caso de Confins, Cuiabá, Foz do Iguaçu e Maceió os problemas se iniciarão a partir de amanhã, caso não ajam abastecimentos. Os aeroportos de Curitiba e Porto Alegre também seguem com estoques baixos.

Já o Aeroporto Internacional de Guarulhos não está sofrendo nenhum impacto em sua operação, já que o transporte de combustível ocorre por meio de dutos da Petrobrás e dessa forma o aeroporto não depende do transporte rodoviário para receber combustível.

Quem está com voo marcado para os próximos dias é aconselhável entrar em contato com a companhia aérea para mais informações sobre a situação de seu voo. Caso não se normalize o abastecimento dos aeroportos poderão ocorrer atrasos e até mesmo cancelamentos em voos por todo o país.

 

Sobre o autor

Rafael Rinaldi

Jornalista, Técnico em Manutenção de Aeronaves e administrador de empresas. Apaixonado por aviação, fotografia e História.

Comente

Clique aqui para comentar

5º FÓRUM ASAS

5º FÓRUM ASAS

SAAB

SAAB

Labace 2018

Labace 2018

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Produtos

Carrinho