AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Aviação brasileira registra prejuízo de 2 bilhões

A Avianca tem sérios problemas financeiros, mas o cenário é ruim para todas as companhias

Dois bilhões de reais. É esse o total do prejuízo de Gol, Latam, Azul e Avianca nos nove primeiros meses de 2018. Pior: o resultado dos meses de julho, agosto e setembro revela que as aéreas também pioraram o seu desempenho em relação ao mesmo período do ano anterior. Nessa comparação, o setor registrou prejuízo de R$ 556 milhões em 2018 contra lucro de R$ 787 milhões em 2017.

No 3º trimestre deste ano, a Azul e a Latam foram as únicas empresas que tiveram lucro líquido positivo. O da Azul foi de R$ 35 milhões, e o da Latam ficou em R$ 1,1 milhão. Gol e Avianca apresentaram prejuízos líquidos no trimestre de R$ 405 milhões e R$ 188 milhões, respectivamente. Considerando a margem líquida das empresas no 3º trimestre deste ano, a da Latam foi de 0,03%, enquanto da Azul foi de 1,5%. Gol e Avianca tiveram margem líquida de -15,1% e -15,5% respectivamente.

A receita está subindo. O problema são os custos. Enquanto a primeira cresceu 15,9% em relação ao mesmo período do ano passado, alcançando R$ 29,5 bilhões nos nove meses de análise, os custos saltaram 23,6%, chegando a R$ 26 bilhões. O item de maior impacto entre os custos e despesas foram os combustíveis, representando 31,7% do total.

Nova edição da ASAS!!!

Nova edição da ASAS!!!

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho