ARTE, CULTURA & LAZER AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Aviões e cliques em Guarulhos

Spotter Day no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Foto: Ariadne Barroso/Revista Asas

Tem mais fotos de avião de alta qualidade circulando pela internet. É que 50 fotógrafos selecionados pela GRU Airport participaram no último sábado (25 de maio) da edição de 2019 do Spotter Day do Aeroporto de Guarulhos. Uma delas foi Ariadne Barroso, colaboradora da revista ASAS.

A área escolhida para esta edição foi próxima ao corpo de bombeiros e do hangar do antigo 4º ETA. O local onde geralmente ocorrem os Spotter Day do Aeroporto de Guarulhos, que fica próximo ao hangar da American Airlines, não pode ser utilizado devido a obras que estão em andamento naquela região.

Airbus A380 da emirates pousando no Aeroporto de Guarulhos durante o Spotter Day. Foto: Ariadne Barroso/Revista Asas

Antes mesmo de os fotógrafos embarcarem no ônibus para o ponto escolhido já foi possível conhecer o pátio VIP e fotografar bem de perto o Boeing 737 BBJ que trouxe a banda BTS. “A sensação ao ver tantos amantes da fotografia felizes e empolgados por estarem tão perto do Boeing, mesmo que por breves 10 minutos, foi o equivalente a ver um grupo de crianças encantadas em um parque de diversões”, diz Ariadne Barroso.

Ao chegar na área combinada, os participantes contaram com a presença surpresa de Paulo Henrique Machado, que contraiu poliomielite apenas dois dias após o seu nascimento. Paulo vive há 50 anos no Hospital de Clínicas de São Paulo e raramente saiu do hospital para realizar alguma atividade externa. Um dos sonhos de Paulo era poder ver de perto um avião e para realizar este sonho ele foi levado ao aeroporto em um transporte especial.

Spotters fotogrfando de perto o Boeing 737 BBJ durante o Spotter Day no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Foto: Ariadne Barroso/Revista Asas

“O amor pela aviação está demonstrado ali. A pessoa podia pedir qualquer coisa para sair do hospital e ele quis vir e ficar próximo aos aviões. Isso mostra que para gostar de avião você não precisa ter uma câmera, às vezes a imagem que você registra com os olhos vale do mesmo jeito”, relatou o spotter Renato Almeida.

Já posicionados na área reservada para a prática de “spotting”, o corpo de bombeiros realizou um belo e divertido desfile exclusivo para os participantes. Foram demonstrados os caminhões Rosembauer Panther 6X6, utilizados apenas em emergências e combate a incêndio em aeroportos, cada um exibindo seus jatos d’água que podem atingir 90 metros de distância.

Spotters durante o Spotter Day no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Foto: Ariadne Barroso/Revista Asas

A pedido de alguns spotters e dentro das possibilidades do aeroporto, o ponto para observar e fotografar os aviões foi alterado pouco depois do desfile dos bombeiros. A mudança foi devido a um pedido técnico: devido ao Sol encoberto e ao horário, o local ficava contra a luz do Sol, o que dificultava a observação e a fotografia. O pedido foi analisado pela coordenação das pistas do aeroporto e pela equipe organizadora, pois uma mudança de local precisa sempre levar em conta a segurança dos participantes e da operação do aeroporto. No final, foi indicado um ponto próximo a cabeceira e entre as duas pistas e autorizada a mudança para lá.

Para o spotter Renato Almeida, toda a conversa entre spotters e organização para a mudança de local demonstram que o aeroporto está aberto para conversar com os spotters. “Acho que isso é bem positivo, a gente sente como se eles estivessem mais abertos as nossas ideias e as nossas conversas, parece que cria de certa forma um otimismo na gente de que esse espaço possa aumentar, que a nossa voz seja mais ouvida lá dentro”, explica.

Spotters durante o Spotter Day no Aeroporto Internacional de Guarulhos. Foto: Ariadne Barroso/Revista Asas

Esta abertura de diálogo e mudança de local foi frisada por Karina Betencourt, assessora de imprensa do aeroporto. “A gente está ali para trocar informações e ideias, é o momento que os spotters tem para nos dar o feedback. Há espaço para isso. “

Posicionados no novo local, foi possível observar as operações de decolagem e pouso. Os momentos mais emocionantes foram as chegadas e as saídas dos voos internacionais, com destaques para as decolagens do Airbus A340 da Iberia e do Airbus A330 NEO da TAP, assim como para os pousos do gigante Airbus A380 da Emirates e do Boeing 777 da KLM – este um dos mais esperados devido à dificuldade de registrá-lo em plena luz do dia.
Uma surpresa adicional foi o sorteio para três spotters conferirem, de carro, como é realizada a inspeção da pista logo após o pouso do Airbus A380 da Emirates. Outras surpresas foram a chegada do Boeing 737 da GOL que até hoje mantém a pintura referente a Seleção Brasileira e de um jato executivo Embraer Praetor 500. Daquele ponto também era possível observar, embora bem distante, o abandonado Douglas DC-8 da falida BETA Cargo.

O evento foi encerrado entre as 17h e 18h, já com pouca luz solar em um dia nublado com os spotters retornado de ônibus de translado até o terminal 1.

A edição deste ano contou com a participação de 50 spotters credenciados no aeroporto e trouxe algumas atrações surpresas. “A melhor forma de fazer o evento para acomodar a todos bem é respeitando um limite de pelo menos 50 pessoas. E até mesmo por questões de segurança”, explicou Karina Betencourt. Há vários procedimentos de segurança, como uso de coletes reflexivos, briefings e transporte controlado.

Está nos planos da GRU Airport realizar mais uma edição no segundo semestre para contemplar os outros spotters inscritos no aeroporto e que não foram contemplados nesta edição de maio.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Sobre o autor

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

Nova edição da ASAS!

Nova edição da ASAS!

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho