ESPAÇO

Bartolomeo, a nova plataforma de carga para a ISS

A Agência Espacial Europeia (ESA) e a Airbus assinaram um acordo de parceria comercial para a construção, lançamento e operação da plataforma comercial “Bartolomeo”. A nova instalação de recebimento de carga útil externa da Airbus será acoplada ao módulo europeu Columbus da Estação Espacial Internacional (ISS) a partir de meados de 2019.

O acordo define os papéis e as responsabilidades dos dois parceiros, com a Airbus investindo cerca de € 40 milhões no desenvolvimento, construção e lançamento dessa inovadora plataforma, e a ESA fornecendo a instalação da Bartolomeo na ISS. A plataforma Bartolomeo será lançada no compartimento não pressurizado de um veículo de abastecimento da ISS e instalada usando o sistema de robótica da estação espacial e uma atividade extra-veicular. A partir daquele momento, a Airbus será responsável pelas operações da plataforma e pela integração da carga útil.

Essas novas oportunidades já disponiveis aos usuários de todo o mundo, de áreas como observação da Terra, demonstradores de tecnologia, astrofísica e heliofísica, ciência dos materiais, novas aplicações de voos espaciais e missões comerciais.

“O nosso papel é facilitar ao máximo o acesso à órbita terrestre baixa e abrir a ISS a uma comunidade global de usuários”, disse Oliver Juckenhöfel, Diretor de Serviços Em Órbita e Exploração da Airbus. “Estamos criando uma maneira mais econômica e rápida para as organizações institucionais e privadas levarem seus experimentos ao espaço como cargas úteis externas. Podemos lançá-las apenas 18 meses depois da assinatura de um contrato. Com o nosso Serviço All-in-One de Missão Espacial, os usuários da Bartolomeo podem focar em suas cargas úteis, enquanto cuidamos de todo o resto, desde o lançamento e a instalação até operações espaciais, links de comunicação e até retornar o experimento à Terra caso seja necessário”, continuou.

“Estamos extremamente satisfeitos com a confirmação deste acordo, pois é um passo importante para o aumento do uso comercial da Estação Espacial”, disse David Parker, Diretor de Exploração Humana e Robótica da ESA. “A ISS é uma das instalações de pesquisas mais emocionantes da humanidade, e com a Bartolomeo e o conceito de serviço único da Airbus, em um futuro muito próximo poderemos oferecer mais capacidade para mais usuários de mais domínios”.

Levando o nome do irmão mais novo de Cristóvão Colombo, a plataforma Bartolomeo oferecerá 12 baias de carga útil do lado de fora do módulo Columbus. O crescente número de usuários comerciais de carga útil espacial na classe de 100 kg está impulsionando a demanda. As cargas úteis não exigem manutenção prática pelos astronautas e podem ser operadas do lado de fora da ISS.

O desenvolvimento da plataforma foi recentemente aprovado na avaliação preliminar do projeto e está dentro do cronograma para seu lançamento em maio de 2019. As primeiras cargas úteis deverão ser instaladas no segundo semestre de 2019. A chave para oferecer um serviço para pequenas cargas úteis é o General-purpose Oceaneering Latching Device (GOLD) – um novo mecanismo de acoplagem de cargas úteis de até 125 kg e 0,5 m³ desenvolvido pela Oceaneering Space Systems, parceira da Airbus de Houston, no Texas. As duas empresas também estão trabalhando no sistema de acoplamento da própria plataforma Bartolomeo ao módulo Columbus usando a robótica da ISS.

Via Airbus

Sobre o autor

Rafael Rinaldi

Jornalista, Técnico em Manutenção de Aeronaves e administrador de empresas. Apaixonado por aviação, fotografia e História.

Comente

Clique aqui para comentar

5º FÓRUM ASAS

5º FÓRUM ASAS

SAAB

SAAB

Labace 2018

Labace 2018

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Produtos

Carrinho