AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Canadá ressalta interesse estratégico no Brasil

Quando comparados aos Hércules da versão utilizada pela FAB, os CC-130J têm alcance 40% maior e velocidade máxima 21% maior. A tripulação também foi reduzida graças a uma aviônica mais moderna Foto: RCAF

Em comunicado oficial, a Royal Canadian Air Force (RCAF) apresentou sua segunda participação no exercício Cruzex como um interesse estratégico. “O Brasil é uma das prioridades do governo do Canadá para o engajamento no Hemisfério Ocidental. A RCAF mantém um relacionamento bilateral com a Força Aérea Brasileira desde 2009 e conduz conversas no nível de Estado-Maior”, diz o comunicado.

Assim como em 2013, a RCAF está participa da Cruzex com dois dos seus 17 aviões de transporte CC-130J, a versão mais nova da aeronave, recebidos a partir de 2010. Eles devem voar missões como infiltração em território hostil para lançamento de paraquedistas. Militares do Canadian Army Advanced Warfare Centre também estão em Natal.

“Exercícios em ambientes desconhecidos contribuem para a prontidão operacional da tripulação e dos especialistas em mobilidade aérea, pois eles podem ser chamados a voar em qualquer parte do mundo para apoiar as operações das Forças Armadas do Canadá, incluindo missões de ajuda humanitária”, complementa o comunicado no site oficial.

Os dois CC-130J são do 436º Transport Squadron, unidade originalmente formada em 1944 na Índia para apoiar as tropas aliadas na Birmânia. Hoje, a unidade está baseada na cidade de Trenton, no estado de Ontário, de onde cumpre missões em todo o mundo.

Pré – Lançamento!

Pré – Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho