AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Bolsonaro fala em soberania na entrega do KC-390

O presidente Jair Bolsonaro, participa da cerimônia de entrega da aeronave KC-390 para a Força Aérea Brasileira. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil
Agência Brasil

Conforme a Revista ASAS já havia anunciado em primeira mão, a Força Aérea Brasileira recebeu hoje seu primeiro jato KC-390. A cerimônia de entrega do avião ocorreu na Ala 2, em Anápolis (GO), e contou com a participação do presidente da República, Jair Bolsonaro, do ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, e de comandantes das Forças Armadas, além de diversas autoridades, incluindo o governador de Goiás, Ronaldo Caiado, e diversos parlamentares.

Para o presidente, a repercussão internacional de notícias dos incêndios na Floresta Amazônica, que têm sido objeto de declarações de organismos internacionais e de presidentes de outros países, também serviu para unificar a população brasileira em torno do sentimento de patriotismo. “Isso que aconteceu nos últimos dias foi muito bom para despertar o patriotismo entre nós”, acrescentou.

Conheça a história do KC-390, um projeto de dez anos

Bolsonaro falou em soberania e voltou a criticar declarações de líderes estrangeiros sobre o hipotético estabelecimento de uma governança internacional sobre a Amazônia. “O Brasil é um país pacífico, mas não pode continuar, nem continuará sendo passivo a esse tipo de agressão. A Amazônia brasileira é nossa”, disse.

Aeronave foi recebida na Ala 2, em Anápolis, já com tripulantes da FAB. Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

A floresta deve ser um dos principais cenários para uso da aeronave, que pode operar em pistas não pavimentadas ou danificadas e em praticamente qualquer parte do planeta. A Antártica também deve recever operações do KC-390. Trata-se do maior avião militar desenvolvido e fabricado no Hemisfério Sul, podendo atuar missões de transporte como o de paraquedistas e tropas militares, lançamento de cargas, reabastecimento em voo, evacuação aeromédica, socorro humanitário, busca e resgate e combate a incêndios.

As primeiras unidades da aeronave multimissão ficarão sediadas na Ala 2, no 1º Grupo de Transporte de Tropa. O Brasil deve receber um total de 28 aeronaves, conforme contrato assinado em 2014, avaliado em cerca de R$ 7,2 bilhões.

A Embraer não informa o custo unitário da nova aeronave, porque o valor final varia conforme a customização exigida pelo clientes. O governo de Portugal também fechou contrato para a compra de 5 unidades do KC-390.

Em seu discurso, o ministro da Defesa, Fernando Azevedo e Silva, disse que a entrega da aeronave consolida uma posição importante do Brasil no mercado internacional de veículos militares. “A entrega do avião, além de representar significativo incremento na capacidade operacional da Força Aérea, representa um potencial para a ampliação da participação brasileira no mercado internacional de defesa, possibilitando inegável contribuição para a economia do país. No mês passado, como já foi anunciado, Portugal formalizou a encomenda de seis aviões KC-390, abrindo as portas da Otan [Organização do Tratado do Atlântico Norte] para essas aeronaves. Além disso, a recente posição do Brasil, como aliado preferencial extra-Otan, amplia mais as possibilidades”, afirmou o ministro.

Assista ao vídeo da FAB sobre o desenvolvimento do KC-390:

Promoção Relâmpago

Promoção Relâmpago

PROMOÇÃO ASAS

PROMOÇÃO ASAS

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho