AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Embraer não vai deixar São José dos Campos

A criação da Boeing Brasil Commercial não significará a saída da Embraer da cidade de São José dos Campos (SP). A empresa perderá a unidade industrial Faria Lima, localizada ao lado do aeroporto e do Departamento de Ciência e Tecnologia Aeroespacial (DCTA), para a nova empresa brasileira e norte-americana, mas a sede de Eugênio de Melo, na periferia da cidade, será a nova casa das áreas de inovação, engenharia e tecnologia da Embraer.

Afinal, a Embraer foi vendida? Clique aqui para entender

A empresa nacional manterá sua identidade nos negócios nas áreas executiva e militar. Os produtos, portanto, continuarão a ser pensados em São José dos Campos (SP). Porém, a produção dessas aeronaves deverá ocorrer inteiramente na unidade de Gavião Peixoto (SP).

A Embraer mira o mercado dos EUA com seus novos jatos executivos

Uma preocupação para São José dos Campos é haver possíveis demissões. Dos mais de 18 mil funcionários da empresa, a expectativa é que 10 mil sejam incorporados pela Boeing Brasil Commercial. Haverá pessoal transferido para Gavião Peixoto e, sobretudo, para a unidade de Eugênio de Melo. As obras no local vão elevar o número de empregados de 1.500 para mais de 4 mil.

Ainda que a Embraer em São José dos Campos não tenha linha de montagem, o fato é que a cidade terá, portanto, duas empresas de produção de aeronaves com mercados globais.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Sobre o autor

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

PROMOÇÃO ASAS

PROMOÇÃO ASAS

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho