AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

F-39 brasileiro é oficialmente apresentado

Foto: Saab

A Saab realiza hoje, em Linköping, na Suécia, a apresentação oficial do F-39E Gripen da Força Aérea Brasileira. Mais de 200 convidados participarão do evento, incluindo o Ministro da Defesa do Brasil, Fernando Azevedo, e o Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Antonio Carlos Moretti Bermudez. Também estão presentes representantes de empresas brasileiras parceiras no projeto, como a Embraer, AEL, Atech e Akaer.

O novo caça Gripen fez uma demonstração aérea.

O Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro Bermudez, recebeu simbolicamente a Permissão Especial de Voo. O documento assegura que todas as etapas foram cumpridas e que o Gripen brasileiro pode começar os ensaios em voo. “Desde o início, os resultados nos têm mostrado que tomamos a decisão correta”, disse. “Trata-se de um caça inteligente, com tecnologia no estado da arte (…) que proporcionará um novo impulso ao desenvolvimento de nosso complexo científico-tecnológico, o que considero uma das maiores riquezas trazidas por esse projeto”, completou.

O Ministro da Defesa do Brasil, Fernando Azevedo, ressaltou a participação da indústria nacional no projeto. “Ao adquirir o Gripen, aumentamos a capacidade operacional da Força Aérea Brasileira e impulsionamos a indústria por meio da transferência de tecnologia”, disse. “Não estamos simplesmente adquirindo um produto, estamos adaptando as necessidades da nossa Força Aérea para atender à diretriz da Estratégia Nacional de Defesa que dispõe sobre a nossa soberania e defesa”, explicou.

O presidente da Saab faz a apresentação da evolução do projeto. Na plateia, autoridades brasileiras

Com número de série 39-6001, a aeronave apresentada hoje receberá na FAB a matrícula 4100. Antes, porém, serão necessários testes para validar os desenvolvimentos incorporados.

A principal diferença em comparação com as aeronaves de teste anteriores é que o 39-6001 dispõe de um cockpit com layout totalmente novo, com a tela panorâmica, chamada Wide Area Display (WAD), dois pequenos Head Down Displays (sHDD) e um novo Head Up Display (HUD). Outra diferença é um o sistema de comando de voo (do inglês flight control system – FCS) atualizado. Há também inclui evoluções no hardware e no software.

A aeronave fez o seu primeiro voo no dia 26 de agosto. A expectativa é de que a primeira de 36 aeronaves seja entregue para a FAB no final de 2021. O contrato já inclui um suporte logístico para cinco anos de operação ou mais de 26 mil horas de voo.

O evento de hoje traz ainda a expectativa sobre eventuais negociações de lotes adicionais para ampliar a frota. O Brasil somente irá pagar os caças já encomendados quando eles estiverem em operação.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Sobre o autor

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

PROMOÇÃO ASAS

PROMOÇÃO ASAS

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho