AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Hunter da Embraer foi vendido para o Reino Unido

Caça Hawker Hunter operou na Royal Air Force entre os anos 50 e 90

Ainda com a matrícula civil brasileira PP-XHH, o Hawker Hunter T72 utilizado pela Embraer chegou no dia 4 de setembro na Base Aérea da Royal Air Force de Scampton. Lá foi recebido pela seu novo proprietário: a Hawker Hunter Aviation Ltd.

A empresa britânica é mais uma do grupo de companhias que mira no mercado aberto com a terceirização de atividades de treinamento e avaliações operacionais. Essas empresas podem realizar, por exemplo, missões como oponentes para a aviação de caça ou como alvos para adestramento de sistemas de defesa antiaérea em solo ou a bordo de navios.

Assim como suas concorrentes, a Hawker Hunter reúne militares da reserva que pilotam e cuidam da manutenção das aeronaves. A Hawker Hunter Aviation já tem 18 anos de mercado e dá aos seus caças uma matrícula civil que lembra os códigos militares. Com a aquisição de mais esse caça, a empresa completa uma frota de 18 unidades, entre Hunters, Buccaneers e Sukhois Su-22.

O novo Hunter adquirido fez parte do lote operado pela Força Aérea do Chile entre 1971 e 1995. Em 2001, a Embraer a adquiriu para utilizá-la como “aeronave paquera”: a principal vantagem era a boa velocidade, Mach 0.91, que tornava confortável a missão de seguir os novos jatos da empresa.

VI ENCONTRO DA CULTURA AEROESPACIAL

VI ENCONTRO DA CULTURA AEROESPACIAL

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho