AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Mais dois porta-aviões para os Estados Unidos

Os porta-aviões são parte fundamental da estratégia dos EUA de poder impor sua força em qualquer parte do planeta

A Marinha dos Estados Unidos encomendou mais dois porta-aviões, cada um movido por dois reatores nucleares e capazes de levar mais de 70 aeronaves. O contrato Huntington Ingalls Industries-Newport News Shipbuilding (HII-NNS) é avaliado em US$ 15 bilhões (55 bilhões de Reais!), tendo sido alcançado um valor US$ 4 bilhões menor que o inicialmente planejado.

Os dois porta-aviões, já designados CVN 80 e CVN 81, irão substituir os atuais CVN 69 USS Eisenhower e o CVN 70 Carl Vinson, que entraram em operação em 1977 e 1982, respectivamente. Os novos navios devem ficar prontos entre os anos 2027 e 2030.

O objetivo da Marinha dos Estados é ter sempre uma frota de onze porta-aviões. Hoje, estão em serviço o CVN 68 Nimitz, CVN 69 Eisenhower, CVN 70 Carl Vinson, CVN 71 Theodore Roosevelt, CVN 72 Abraham Lincoln, CVN 73 George Washington, CVN 74 John C. Stennis, CVN 75 Harry Truman, CVN 76 Ronald Reagan e CVN 77 George H. W. Bush.

O CVN 78 Gerald R. Ford está em testes e o CVN 79 John F. Kennedy se encontra em fase final de construção. Já foi anunciado que o CVN 80 irá encerrar a tradição de dar nomes de presidentes aos porta-aviões e será batizado como “Enterprise”. Na verdade, o CVN 80 será o nono navio da história da US Navy a ter esse nome, sendo o terceiro porta-aviões.

A Marinha dos Estados Unidos conta ainda com uma frota de navios classificados como de “Assalto Anfíbio”, mas que em outras marinhas ceramente seriam chamados de porta-aviões. Isso porque podem operar helicópteros pesados e caças F-35B Lightning II ou AV-8B Harrier, de configuração VSTOL.

Atualmente estão em serviço oito da classe Wasp, que podem levar até vinte caças em seu grupamento aéreo embarcado. Também está em serviço o LHA-6 America, o primeiro de três da sua categoria, que poderá levar um número ainda maior de F-35B. Esses navios tem um peso comparável ao porta-aviões francês Charles de Gaulle, o único daquela marinha.

Além dos onze porta-aviões, os EUA têm ainda nove navios-anfíbios que seriam considerados porta-aviões por qualquer outra marinha

Nova edição da ASAS!

Nova edição da ASAS!

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho