AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Melhor que o C-130J, KC-390 causa incômodo

O KC-390 foi prejudicado pelos atrasos de investimentos, o que deu tempo para seus concorrentes diretos avançarem

“A Embraer com esse jato está tocando em fábricas, em produtores que são globais e extremamente importantes, e que estão se sentindo muito incomodados com a oportunidade que está sendo aberta para a Embraer e para o Brasil com a exportação do KC-390, uma vez que o KC-390 é muito melhor que o C-130J”. A declaração é do Chefe do Estado-Maior da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Augusto Amaral Oliveira.

Segundo ele, o KC-390 não só é melhor que o C-130J, mas também deve ser mais barato de operar. A economia ao longo do ciclo de vida da aeronave deve ficar em torno de 20%, quanto comparado o jato da Embraer com o quadrimotor da Lockheed Martin.

Os C-130 devem ser substituídos pelos KC-390

Porém, a oportunidade para o Brasil pode ser perdida. Sem o fluxo necessário de investimentos, o KC-390 já é motivo de preocupação na Força Aérea Brasileira. A situação foi exposta no último dia 18 em uma reunião com parlamentares realizada na Câmara dos Deputados.

“O fluxo de recurso para esse projeto é fundamental por conta principalmente de uma janela de oportunidade que existe no mercado global”, alertou o Tenente-Brigadeiro Amaral. Em 2019, ao invés de 850 milhões, foram disponibilizados 750 milhões. O problema fica ainda maior é em 2020: dos 1 bilhão e 64 milhões necessários, só 439 milhões estão previstos no Projeto de Lei do Orçamento.

Tenente-Brigadeiro Amaral mostrou preocupação com o orçamento para os projetos da Força Aérea. Foto: Vinicius Loures/Câmara dos Deputados

O militar se mostrou preocupado com a situação do complexo industrial aeroespacial de São José dos Campos. “Nós também temos hoje a preocupação com retenção das competências dentro da Embraer. A Embraer terá que sofrer uma reestruturação após a absorção da sua parte comercial pela Boeing e precisa de um plano de carga nessa Embraer defesa e executiva que permanece de propriedade do nosso país”, explica o Chefe do Estado-Maior.

Para ele, é necessário que os projetos da Força Aérea Brasileira levem para o complexo industrial os recursos necessários para a sua própria existência. “A Embraer também tem entre seus fornecedores uma cadeia de empresas menores que também dependem dos projetos militares para a manutenção dos empregos”, detalhou.

Com apenas cinco minutos para falar na Câmara dos Deputados, o Tenente-Brigadeiro Amaral alertou para a importância dos atuais projetos da Embraer. A empresa que antes concorria no mercado de aviação civil regional passou a incomodar. “A Embraer pela primeira vez está tocando nos grandes players do mundo”, afirmou. Até agora, só Brasil e Portugal acertaram a aquisição do KC-390.

Assista ao vídeo da TV Câmara:

Leia também:

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Sobre o autor

Redação

Comentários

Clique aqui para comentar

  • E para onde vai o dinheiro que a Boeing vai pagar para a Embraer. É para dividir com os deputados para que aprovem projetos do governo ?

  • Agora querem dinheiro do tesouro e o velho discurso que a Embraer é nossa.
    Porque foram tão ufanistas com a venda para a Boeing??
    E porque fizeram uma joint onde a Embraer somente tem 51%Para vender o KC-390??

  • É incrível acreditar que um projeto de tamanha magnitude seja desprezado dessa maneira e justamente quando o País necessita tanto de demonstrar ao povo brasileiro e ao mundo que somos competitivos também na nossa indústria aeronáutica. Isso sem contar a a questão dos empregos de profissionais cuja capacidade técnica e criativa nos coloca entre os melhores do PLANETA, não só da própria EMBRAER como de todas as empresas a ela coligada. Mais uma vez vemos a omissão dessa classe política podre e irresponsável que só se preocupam com seus próprios umbigos.
    Se fossem diferentes já teriam solucionado esse grave problema com a mesma rapidez e eficiência com que resolveram seus ” problemas ” ao aprovarem essa degenerada cota dos seus partidos , cujo valor determinariam, com folga, o fim das legítimas preocupações dos nossos militares da Aeronáutica.
    Nosso Congresso Nacional precisa, com URGÊNCIA, de patriotas, porém, infelizmente eu tendo a crer que se trata de uma ” Missão Impossível “.

PROMOÇÃO ASAS

PROMOÇÃO ASAS

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho