AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

“Nova Embraer” já terá liderança no Brasil

Quando o acordo entre a Boeing e Embraer finalmente criar a empresa Boeing Brasil Commercial, o nome Embraer passará a ser usado somente para as aeronaves militares e executivas da empresa brasileira. Mas isso não é pouco: a Embraer vai manter a liderança no uso de jatos executivos no Brasil.

De acordo com dados da ANAC, atualmente são 150 jatos executivos da Embraer em operação no Brasil. A empresa brasileira supera as concorrentes Cessna (110 unidades), Bombardier (20 unidades) e Dassault (11 unidades). Os números são referentes a unidades com matrícula brasileira.

O líder no mercado brasileiro é o Embraer Phenom 100. São 86 unidades fabricadas no Brasil, 56% a mais que o segundo colocado, o Cessna CJ1, com 55 unidades. O Phenom 100 leva até sete passageiros e e destaca pela possibilidade de usar pistas curtas, com menos de 1.000 metros de comprimento. Já o alcance supera os 2.100 km, sendo possível voar diretamente entre São Paulo e Recife ou Buenos Aires.

Leia mais: Afinal, a Embraer foi vendida?!

O Phenom 100 é a menor das aeronaves executivas atualmente oferecidas pela Embraer. O portfólio da empresa contempla ainda o Phenom 300, para até 11 ocupantes, o Legacy 450 (9), Praetor 500 (9), Legacy 500 (12), Praetor 600 (12), Legacy 650 (14) e Lineage 1000 (19).

Além das aeronaves matriculadas na ANAC, a Embraer também já negociou aeronaves executivas com a Força Aérea Brasileira, que utiliza modelos Legacy e Phenom configurados para transporte executivo, transporte e até como aeronave-laboratório.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Sobre o autor

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

NOVA EDIÇÃO – REVISTA ASAS!!!

NOVA EDIÇÃO – REVISTA ASAS!!!

PROMOÇÃO DE FIM DE ANO

PROMOÇÃO DE FIM DE ANO

PROMOÇÃO ASAS

PROMOÇÃO ASAS

LANÇAMENTO!

LANÇAMENTO!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho