DOS ARQUIVOS DE ASAS

Piloto britânico abatido na segunda guerra é encontrado na Itália

Avião Spitifire igual a que foi encontrada na Itália.

Era dia 5 de março de 1945, quase dois meses antes do fim da guerra na Europa, e o piloto britânico John Henry Coates com seu Spitfire atacava barcaças que reabasteciam tropas alemãs no rio Ágide, que corta o nordeste da Itália, quando sua aeronave foi atingida pela artilharia antiaérea alemã, a temida Flak. Ele sobrevoava a pequena cidade de Cavarzere, província de Veneza, e nunca mais foi encontrado.

Em outubro passado, depois de cerca de 2 anos de pesquisas, o grupo de voluntários Romagna Air Finders encontrou a aeronave Spitfire de Coates e seus restos mortais. Sua identidade foi confirmada pela embaixada do Reino Unido em Roma.

Desaparecido a 72 anos, o piloto John Henry Coates será sepultado no cemitério de guerra de Pádua e os destroços de seu Spitfire serão expostos no museu da Romagna Air Finders na cidade de Fusignano, região norte da Itália. “Para nós, dar um túmulo a um piloto é sempre uma grande emoção”, disse Leo Venieri, presidente da associação, ao diário italiano “Il Resto del Carlino”. “Havíamos recuperado um avião alemão naquela área e consultando os documentos compreendemos que próximo haveria também um avião britânico ”, completou Venieri.

O grupo Romagna Air Finders é responsável, até agora, por dar sepulturaa 14 pilotos mortos em combate na Segunda Guerra Mundial e de encontrar destroços de 33 aeronaves, abatidas durante a guerra, de diversas nacionalidades, inclusive uma brasileira.

Piloto britânico John Henry Coates

Sobre o autor

Rafael Rinaldi

Administrador de empresas, formado em Manutenção de Aeronaves. Apaixonado por aviação, fotografia e História. Colecionador de caixas de kits e plastimodelista nas horas vagas

Comente

Clique aqui para comentar

Produtos

Carrinho

Últimas notícias

Parceiro