AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA ESPAÇO

Planador da Airbus chega a quase 19 km de altura

Aeronave por enquanto faz parte apenas dos planos de desenvolvimento tecnológico
Domingo foi dia de recorde. O Airbus Perlan Mission II alcançou uma marca inédita: pela primeira vez uma aeronave sem motor chegou a 62.000 pés de altitude, cerca de 18.900 metros.
O recorde foi quebrado na patagônia argentina, onde em 3 de setembro de 2017 os próprios pilotos Jim Payne and Morgan Sandercock haviam alcançado 52 mil pés com o Perlan II. Agora, eles superaram a própria marca.
Essa também foi a primeira vez em que um planador cruzou a chamada Linha Armstrong: a grande altitude faz com que a temperatura de ebulição da água caia para 37 °C, igualando-se à temperatura interna do corpo humano. Nessas condições, se uma pessoa estiver sem um traje pressurizado seus fluídos corporais podem ferver. O nome é uma homenagem a Harry George Armstrong (1899-1983), fundador do Departamento de Medicina Espacial do Exército dos Estados Unidos.
O Airbus Perlan Mission II é pressurizado. Trata-se de um projeto para tentar, pela primeira vez, levar uma aeronave sem motor até os limites da atmosfera terrestre. O objetivo é alcançar 90 mil pés: 27,4 km de altitude.
Um turboélice Grob Egrett G520 reboca o planador até 42.000 pés e de lá os pilotos tentam ganhar altura aproveitando as correntes de ar da Cordilheira dos Andes. Essa região da patagônia argentina é uma das poucas no mundo onde, em alguns períodos do ano, correntes de ar chegam a 100.000 pés.

Pré – Lançamento!

Pré – Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho