AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Quando a OTAN prefere os soviéticos

O gigante An-124 foi desenvolvido na URSS e foi herdado pela Ucrânia

As forças aéreas dos países-membro da OTAN contam com vários modelos de aviões de transporte, como C-17, A-400M e A330MRTT, mas mais uma vez uma decisão revela a preferência por uma aeronave do antigo inimigo soviético. Em janeiro, foi anunciada a prorrogação até 2021 do contrato com a empresa ucraniana Antonov Airlines para a prestação de serviços de transporte com dois cargueiros An-124-100.

O fato é que nenhum avião da frota da OTAN tem o mesmo espaço interno dos An-124 para o transporte de cargas de grandes dimensões. Desenvolvido no anos 80, e batizado de Ruslan, tem capacidade de transporte um volume de carga de 1.014 metros cúbicos. Em termos de peso, seu recorde foi o transporte de um gerador de 124 toneladas.

O trem de pouso do An-124 Ruslan tem 24 rodas, o suficiente para um peso máximo de decolagem de 405 toneladas. Os quatro motores D-18T permitem uma velocidade de cruzeiro de 800 km/h. O alcance chega a 5.900 km com 100 toneladas de carga.

Sobre o autor

Redação

Comentários

Clique aqui para comentar

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho