ARTE, CULTURA & LAZER AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Show aéreo perfeito, mas no lugar errado

Foi um espetáculo! Seis caças F-5 da Patrouille Suisse, a “Esquadrilha da Fumaça” da Suíça, fizeram passagens baixas sobre a cabeça do público e arrancaram aplausos. Só teve um problema: foi no lugar errado.

O fato aconteceu no último sábado, 6 de julho. A Patrouille Suisse deveria sobrevoar a cidade de Langenbruck para marcar os 100 anos da morte de um célebre aviador do local, Oscar Bieder, o primeiro homem a sobrevoar os Alpes em ambas as direções, feito realizado em 1913, quando tinha apenas 22 anos.

Mas, diferentemente do feito de 1913, o voo do último sábado teve um grave problema de navegação. O líder da esquadrilha conduziu o grupo para a cidade vizinha de Mümliswil, a aproximadamente 6 km de distância.

O fato é que em Mümliswil acontecia o festival folclórico de Yodelling. O líder da esquadrilha de F-5, então, viu uma enorme tenda com aglomeração de pessoas e logo concluiu que aquele seria o local do sobrevoo. Errou.

Nesse tipo de missão, os caças voam com seus pilotos levando mapas e relógios para fazer a navegação. Antigos, os F-5 suíços não contam sequer com equipamentos de GPS.

Em outros países, como no Brasil, os times de demonstração aérea costumam ter um aviador que permanece em solo para coordenar o show aéreo. Não é uma prática na Suíça.

Na Suíça, coube ao próprio Ministro da Defesa do país pedir desculpas pública pelo fato. Já os organizadores do evento em Mümliswil agradeceram: o público adorou o sobrevoo inesperado das aeronaves.

Conheça as páginas da revista ASAS no Facebook e no Instagram e acompanhe diariamente notícias sobre Aviação!

Sobre o autor

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

Nova edição da ASAS!!!

Nova edição da ASAS!!!

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho