AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Super Tucano é finalista para a USAF

Super Tucano avança na concorrência do programa Light Attack Aircraft
A Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) emitiu no começo do mês uma minuta do Request for Proposal (RFP) do seu programa Light Attack Aircraft. Duas empresas devem participar da concorrência: a Textron Aviation e a Sierra Nevada, parceira local da Embraer para oferecer o Super Tucano.

 

“Nós devemos desenvolver a capacidade de combater a violência de extremistas a baixo custo”, afirmou Heather Wilson, secretária da USAF. O Chefe do Estado-Maior, General David Goldfein, ressaltou a importância de o projeto prever a integração com os aliados. “Uma aeronave de ataque leve interoperável que ofereça uma arquitetura comum e a capacidade de atuar em uma rede de compartilhamento de inteligência vai aumentar a nossa capacidade coletiva de enfrentar, deter e vencer em todos os domínios”, explicou.

 

O RFP definitivo deve ser emitido até o fim de 2018. Após testes de voos tanto com o Super Tucano quanto com seu concorrente, o AT-6B Wolverine, ainda há alguns pontos que precisam ser definidos antes do lançamento do RFP, mas o Pentágono decidiu que já é prudente começar a conversar com as empresas para ajustar os requisitos e conseguir cumprir o cronograma.

 

A opção de adquirir uma aeronave que já é oferecida pela indústria, ao invés de desenvolver uma nova, faz parte da estratégia para obter as capacidades operacionais de maneira mais rápida e barata. A Sierra Nevada e a Textron foram apontadas como as únicas empresas capazes de oferecer um produto com a capacidade esperada sem extrapolar os prazos estimados.

 

O AT-6 Wolverine é derivado do treinador T-6 Texan II, e já foi derrotado em 2013 pelo Super Tucano na concorrência do Programa Light Air Support (LAS). Vinte unidades foram adquiridas pelos Estados Unidos para treinar pilotos do Afeganistão e posteriormente fazerem parte das forças de segurança daquele país. O programado foi marcado pela pressão para tirar a vitória da aeronave de origem brasileira, que precisou ser declarada vencedora duas vezes.

Sobre o autor

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho