AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

USAF inova na manutenção do F-22

Na Base Aérea de Hill a USAF realiza as grandes inspeções e manutenções na frota de F-22

Para quem costuma comprar caças sempre em números enormes (só de F-35 serão 1.641 unidades!) a United States Air Force (USAF) precisa procurar soluções criativas para manter a frota de “apenas” 186 caças F-22 Raptor operacionais. E a última novidade é o uso de partes metálicas feitas a partir de uma impressora 3D.

A novidade surgiu no 574th Aircraft Maintenance Squadron da Base Aérea de Hill, no estado de Utah, no último mês de dezembro. Pela primeira vez, um F-22 seguiu para voo com uma peça desse tipo.

É apenas um suporte de alumínio que faz parte do painel do caça, mas a experiência já desperta interesse por toda a USAF. A ideia é conseguir produzir peças rapidamente, com economia de recursos e também levando as aeronaves à linha de voo mais rapidamente.

“Uma das coisas mais difíceis de serem superadas para quem trabalha na manutenção do F-22, devido ao pequeno tamanho da frota, é a disponibilidade de peças “, disse Robert Lewin, diretor do Esquadrão de Manutenção da Base Aérea de Hill. O uso de impressão 3D permite adquirir peças de reposição em curto prazo e sem a necessidade de um número mínimo de pedido para a fábrica.

A novidade, contudo, ainda está em avaliação. A peça será monitorada durante o serviço e inspecionada quando a aeronave retornar para a revisão. Se aprovada, a peça será instalada em todas as aeronaves do F-22 durante os serviços de revisão.

Uma das principais vantagens é que o novo componente não está sujeito à corrosão. O processo de impressão é feito a partir de pó de titânio, com cada camada sendo impressa por vez. A velocidade também se destaca: caso seja necessária, uma nova peça do tipo pode ser entregue em até três dias.

“Nós tínhamos que ir para a engenharia, obter as impressões modificadas, tínhamos que passar por testes de estresse para garantir que a peça suportasse as cargas que ela estaria experimentando – o que não é muito, por isso escolhemos uma peça secundária, Disse Robert Blind, gerente de modificações da Lockheed Martin.

O suporte de titânio impresso é apenas a primeira de muitas peças fabricadas com aditivos metálicos planejadas. Há pelo menos mais cinco peças impressas em 3D metálicas que devem passar por validação no F-22.

Será esse suporte o início de uma nova era na manutenção de aeronaves?!
Foto: USAF

Sobre o autor

Redação

Comente

Clique aqui para comentar

Lançamento!

Lançamento!

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho