AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

MiG-29 polonês atira no seu próprio wingman

Foto: Julian Herzog

Dois MiG-29 Fulcrum da Sily Powietrzne RP (Força Aérea da Polônia) protagonizaram um incidente perigoso no dia 14 de maio. Durante um treinamento de ataque a alvos no estante de tiro de Nadarzyce, o líder da formação atingiu seu ala com disparos do canhão Gryazev-Shipunov de 30mm.

Ambas as aeronaves pousaram sem incidentes, porém as equipes de manutenção encontraram os projéteis no MiG-29 do ala. Ambas as aeronaves são da 41. Eskadra Lotnictwa Taktycznego.

Segundo a revista holandesa Scramble, não é possível ainda saber se o MiG-29 atingido voltará ao serviço ativo. Seria necessária fazer uma revisão completa na aeronave, mas não se sabe as condições efetivas para isso. O Ministério da Defesa do país investiga o fato, mas não se manifestou com mais explicações.

Substituto

Em janeiro de 2020 a Polônia assinou o contrato de aquisição de 32 caças F-35 Lightning II pelo valor de US$ 4,6 bi, incluindo suporte logístico até 2030, oito simuladores, equipamentos de apoio em solo, futuras atualizações e treinamento de 90 mecânicos e 24 pilotos.

Todas as aeronaves serão fabricadas nos Estados Unidos. As seis primeiras serão entregues entre 2024 e 2025, sendo que inicialmente permanecerão em solo norte-ameriano para fins de treinamento. Todas estarão em operação no país do leste europeu até 2030.