AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

USAF próxima a fazer corte no número de F-35A

Foto: Zachary Rufus

A United States Air Force deve cortar suas encomendas de caças F-35 Lightning II até 2026. A informação é da publicação norte-americana Air Force Magazine.

Segundo o General Charles Q. Brown Jr, chefe do Estado-Maior da USAF, como planejado, devem ser adquiridos 48 F-35A no ano fiscal de 2022. Mas entre 2023 e e 2026 serão compradas “apenas” 43 aeronaves por ano. A diferença total será de 20 unidades, reduzindo a compra em cinco anos de 240 para 220.

LEIA TAMBÉM: Custos do F-35 precisam baixar, diz USAF em documento

Haveria duas explicações. A primeira é o elevado custo de operação, acima do inicialmente planejado. O segundo é que a USAF prefere aguardar o Block 4 do F-35A, que trará mais aprimoramentos.

Nos últimos três anos fiscais, a USAF solicitou 48 caças, e o Congresso decidiu adicionar mais 12. Ajudou o fato de o custo de aquisição ter caído, ficando agora abaixo de 80 milhões de dólares por unidade. O problema é manter as aeronaves.

LEIA TAMBÉM:
Congressistas dos EUA criticam caça F-35
Em teste, F-35 ficou danificado com disparo do próprio canhão
Ingleses devem cortar F-35, C-130, AEW e até jatos da Rainha
Caças F-35 têm problemas de motor e apresentações são canceladas
Lockheed Martin entregou 123 F-35 em 2020, 18 a menos que o planejado
Porta-aviões dos EUA devem levar mais F-18 que F-35