AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Caças dos EUA fazem sobrevoos na Guiana

F-18F Super Hornet decola do USS George Washington. Foto: August Clawson

Dois caças F-18F Super Hornet da US Navy realizaram rasantes sobre Georgetown, capital da Guiana, país que teve parte do seu território reivindicado pela Venezuela. Os voos, realizados em 9 de maio, foram possíveis por conta da presença na área do porta-aviões de propulsão nuclear USS George Washington.

Os caças são do Strike Fighter Squadron 103 (VFA-103), apelidado de “Jolly Rogers”, e conhecido pela pintura do símbolo pirata. O porta-aviões não chegou a entrar nas águas da Guiana, permanecendo em área internacional.

O governo da Guiana confirmou os sobrevoos dos caças e disse se tratar de um exercício previsto como parte de um acordo de cooperação com os Estados Unidos, com foco em ampliar a segurança na região e fortalecer os programas de cooperação entre os dois países. Em fevereiro, os Estados Unidos já haviam anunciado o aumento de seu apoio militar à Guiana, possibilitando a futura venda de aeronaves, drones e radares.

O Ministro das Relações Exteriores da Venezuela, Yvan Gil, usou a rede social X para classificar o voo da US Navy como uma provocação. 

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho