AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

China promove drones e jato Lift no Oriente Médio

Hongdu L-15 Falcon Foto: Xu Zheng
image_pdfimage_print

Em meio a cuidados com a pandemia de Covid-19, a 15ª edição do International Defense Exhibition and Conference (IDEX) aconteceu nesta semana em Abu Dhabi, nos Emirados Unidos. Dentre os 900 expositores de 59 países, destacou-se a forte presença da China.

“Armas chinesas devem ganhar uma participação cada vez maior no mercado do Oriente Médio”, disse ao jornal chinês Global Times o analista militar Wei Dongxu. Segundo ele, as principais vantagens oferecidas são a adaptabilidade e a falta de condicionantes políticas.

LEIA TAMBÉM: China forma primeiros pilotos em novo supersônico

Durante a IDEX, destacou-se o jato leve de treinamento Hongdu JL-10, internacionalmente conhecido como L-15 Falcon. Com desempenho supersônico (Mach 1.4) e opções de armamentos, o avião foi desenvolvido para atuar como treinador avançado ou, se for o caso, como uma opção de baixo custo para países que buscam uma solução barata para a aviação de caça.

Também têm destaque na exposição chinesa o drone Wing Loong II, criado para missões de reconhecimento e ataque. Em serviço com as forças armadas chinesas desde 2017, tem autonomia de 32 horas e capacidade de levar mísseis ar-solo.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 116

O Voo do Impossível

Parceiros