AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Filipinas já quer comprar mais Super Tucanos

Super Tucano da Força Aérea das Filipinas Foto: Embraer
image_pdfimage_print

Todas as seis aeronaves Super Tucano encomendadas pela Força Aérea das Filipinas (PAF, na sigla em inglês) foram oficialmente entregues hoje. Porém, o Ministro da Defesa do país, Delfin Lorenzana, afirmou em seu discurso a possibilidade de um novo lote. “Ter seis Super Tucanos é bom, mas talvez mais seis será ainda melhor”, disse.

A encomenda das aeronaves fabricadas no Brasil aconteceu em novembro de 2017, logo após cinco meses de conflitos contra separatistas islâmicos da ilha de Mindanao. A operação dos OV-10 Bronco foi publicamente criticada na ocasião por conta da falta de precisão dos armamentos, o que teria até retardado as ações das tropas em solo, sobretudo durante a fase urbana do conflito, na cidade de Marawi. “Era um sonho da Força Aérea das Filipinas adquirir aeronaves como essas. Hoje, esse sonho é realizado”, disse o Ministro.

As aeronaves serão utilizadas para apoio aéreo tático, ataque leve, vigilância, interceptações aéreas, missões de contra-insurgência e treinamento avançado. “A Força Aérea das Filipinas se orgulha em receber os seis A-29B Super Tucano da Embraer Defesa & Segurança no azul de nossos céus como parte de nossa frota. A aquisição dessas aeronaves de apoio aéreo é um grande salto em nossa capacidade de poder aéreo, à medida que voamos juntos para termos uma Força Aérea mais capaz e confiável para a nação e seu povo”, afirmou o Tenente-Brigadeiro Allen T. Paredes AFP, Comandante Geral da Força Aérea das Filipinas.

Os Super Tucano serão operados e mantidos pelo 15º Esquadrão de Ataque da PAF. Uma equipe da Embraer ficará dois meses no país para realizar o treinamento dos militares. O objetivo é reforçar as missões hoje a cargo dos OV-10 e dos SF-260TP, complementando o trabalho a ser realizado pelos caças leves FA-50 Golden Eagle.

“É uma honra entregar estes seis A-29 Super Tucanos para a Força Aérea das Filipinas”, disse Jackson Schneider, Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança. “Entregar uma aeronave em meio a uma pandemia global é desafiador, mas estávamos comprometidos a ir mais longe a cada etapa do caminho para entrega-la à PAF para cumprir suas missões de segurança”, completou. A Embraer vendeu as aeronaves venceu um processo de licitação pública, concorrendo com vários fabricantes do mundo todo.

Sob comando de pilotos da Embraer, as seis aeronaves foram voando. A partir da fábrica em Gavião Peixoto (SP), foram realizadas escalas no Recife (PE), ilha de Fernando de Noronha, Ilha do Sal (Cabo Verde), Ilhas Canárias (Espanha), Portugal, Malta, Egito, Emirados Árabes Unidos, Índia, Bangladesh, Thailândia e Vietnan.

Segundo a Embraer, oficialmente, o Super Tucano foi selecionado por 15 forças aéreas em todo o mundo.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros