AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Mais um país vai modernizar o F-5: os EUA

image_pdfimage_print

Utilizado em esquadrões aggressor, que atuam como oponentes para treinar em combate aéreo os pilotos de unidades operacionais das forças armadas, o caça F-5 deverá ser modernizado nos Estados Unidos. Ao todo, 18 F-5E e quatro F-5F adquiridos usados da força aérea da Suíça devem passar por um projeto de recuperação da estrutura física, revisão dos motores J85 e melhoria dos sistemas de bordo.

O projeto é da US Navy, que já opera cerca de 40 caças F-5N e F-5F. As 22 aeronaves a serem modernizadas atualmente não estão em condições de voo e serão designadas F-5N+ e F-5+. A primeira deve ser recebida no fim de 2022. A empresa Tactical Air Support também oferece a modernização dos jatos já em voo.

LEIA TAMBÉM: F-5 são usados em esquadrão “Top Gun” da US Navy

O projeto ARTEMIS (Avionics Reconfiguration and Tactical Enhancement/Modernization for Inventory Standardization) será realizado ao longo de cinco anos. A padronização da frota também ajudará a aumentar a disponibilidade e reduzir os custos operacionais.

Apesar da idade e da ausência de sensores de combates modernos, o F-5 é elogiado pelo desempenho em combate ar-ar. As unidades aggressor reúnem, em geral, pilotos com elevada experiência, e ao longo do ano recebem a visita de esquadrões de caça da linha de frente para o treinamento de manobras de combate.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 116

O Voo do Impossível

Parceiros