ESPAÇO

Rússia propõe participação dos BRICS em futura estação espacial

A futura estação espacial da Rússia, conhecida pela sigla ROSS, poderá contar com um módulo de pesquisa exclusivo para os países do grupo conhecido como BRICS, que inclui o Brasil, além de Índia, China e África do Sul, além da própria Rússia. A proposta foi apresentada à imprensa por Iúri Borisov, CEO da corporação espacial russa Roscosmos.

“Gostaria de propor que nossos parceiros do Brics considerem a oportunidade de participar deste projeto e criar um módulo completo por meio de esforços conjuntos, o que permitiria aos países do Brics, como parte do projeto ROS, aproveitar a oportunidade que oferece a órbita baixa próxima à Terra [da ROS] para conduzir os seus respectivos programas espaciais nacionais”, disse Borisov à agência de notícias TASS.

A criação da ROSS foi inicialmente citada ainda em 2021, quando a Roscosmos anunciou ter a possibilidade de deixar a Estação Espacial Internacional a partir de 2024. O plano seria ter uma estação própria, com início das operações em 2027 e envio dos primeiros módulos ao espaço já no próximo ano.

A Roscosmos também tem atuado para formar um grupo próprio de países apoiadores, incluindo nações da África e do Oriente Médio.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho