AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Thales é acusada de esquema de corrupção no Brasil

Centro de pesquisa e desenvolvimento da Thales em Palaiseau, na França

A empresa de defesa Thales, da França, é acusada de esquemas de corrupção envolvendo vendas para o Brasil e outros países. Por este motivo, no fim de junho, escritórios da empresa na França, Espanha e Países Baixos (Holanda) foram alvo de busca por autoridades policiais, coordenadas pela Agência de Cooperação Criminal da União Europeia. A informação é da agência France Press.

Ainda há poucas informações públicas sobre o assunto, porém, uma das suspeitas envolve o programa de submarinos da Marinha do Brasil, em que a Thales conduz o desenvolvimento de sonares, sistemas de guerra eletrônica e suítes de comunicação. O grupo francês também conduz diversos outros projetos no Brasil, como radares e sistemas de auxílio à navegação aérea, sendo ainda uma das principais contratadas do programa espacial brasileiro.

As suspeitas envolveriam crimes como lavagem de dinheiro, formação de quadrilha, tráfico de influência e esquemas de corrupção com funcionários públicos. As investigações também envolveriam negócios com empresas privadas.

Fundada há 23 anos, a Thales tem sua origem ligada à Thomson-CSF, companhia famosa pelo desenvolvimento de radares para caças Mirage. Hoje, a Thales é uma gigante com atuação em mais de 50 países, tendo como principal acionista o próprio Estado francês.

ASSINE A ASAS E GANHE UM ALBUM DE FIGURINHAS: AVIÕES DE GUERRA

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho