AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Vice-Presidente da Lockheed-Martin confirma existência do SR-72, o Aurora

SR-72 Aurora

Falando ontem à tarde no fórum do American Institute of Aeronautics and Astronautics (AIAA), o vice-presidente de estratégia, requerimentos de cliente, e programas de desenvolvimento avançado da Lockheed-Martin, Jack O’Banion, surpreendeu toda a audiência ao, explicitamente, reconhecer não apenas a existência, mas a construção do protótipo (ao menos) de um dos programas de aeronaves militares mais secretos dos Estados Unidos – o do SR-72, o “Aurora”.

Em sua palestra, que versava sobre as ferramentas digitais avançadas de projeto/manufatura de aeronaves, cujo processo de uso atende pelo termo de “transformação digital”, O’Banion falava de como a Lockheed-Martin vem utilizando esta numa séria de programas avançados, incluindo o de um caça de 6ª geração e de um novo UCAV (veículo aéreo de combate não-tripulado). Então, na tela de sua apresentação, surgiu (junto com as imagens que seriam do caça e do UCAV futuros), uma imagem de uma aeronave hipersônica, identificada de imediato, por todos, como o SR-72. E O’Banion disse, então, textualmente, que a transformação digital “nos permitiu o chamado SR-72, que até então só era conhecido como uma aeronave hipersônica conceitual”, completando que “sem a transformação digital, a aeronave que vocês veem aqui não poderia ter sido feita. De fato, há cinco anos atrás, este não poderia ser feito”. E o tempo verbal foi este mesmo. Ou seja, não só o programa do “Aurora” existe de fato, como já existe construída a aeronave – ao menos, em protótipo.

Meses antes, o conhecido jornalista de aviação Guy Norris, que tem sido especialmente ativo na vigilância dos “black projects” (projetos secretos) norte-americanos, surpreendeu até seus colegas com a reportagem publicada na web, no respeitado site Aerospace Daily & Defense Report (http://aviationweek.com/technology/amid-sr-72-rumors-skunk-works-ramps-hypersonics), em 27 de setembro de 2017, sobre um evento que muitos aguardavam – a confirmação do primeiro voo de uma aeronave que seria o protótipo (ou demonstrador) do SR-72.

Segundo a matéria, naquela ocasião, a aeronave secreta teria feito seu voo no final de setembro de 2017, pousando à noite na United States Air Force Plant 42 (Planta 42), uma instalação de produção aeronáutica de classificação secreta do Governo norte-americano, utilizada pela Força Aérea do país (USAF) e também pela agência espacial norte-americana (NASA). Localizada no sul da Califórnia, está sob controle de Base Aérea de Wright-Patterson, e compartilha a pista de decolagem e pouso com o Aeroporto Regional de Palmdale (PMD), no Antelope Valley, a cerca de 60 milhas/sul do centro (downtown) de Los Angeles.

Segundo Norris, na ocasião do voo, o aparelho secreto pousou acompanhado de dois jatos Northrop T-38 Talon, que o teriam acompanhado como “paqueras” (chase aircrafts). Entretanto, segundo o especialista francês de aviação, Bernard Thouanel, a aeronave que teria voado seria um “demonstrador” não-tripulado do SR-72, e não o protótipo da aeronave, propriamente dito, que é um modelo tripulado.

Curiosamente, a notícia “escapou” da maioria dos fóruns e sites de aviação, inclusive mesmo daqueles dedicados à temas “secretos”, como a Area 51.

Há décadas de especula no meio aeronáutico sobre esta aeronave hipersônica, que agora pode-se dizer que a Lockheed-Martin está desenvolvendo, e que deve ser o substituto do lendário avião de reconhecimento estratégico SR-71 Blackbird, da mesma fabricante. Por muito tempo, entre especulações e teorias conspiratórias, o programa foi conhecido por “Aurora”, devido à uma menção com este nome, e sem detalhes, num documento do Pentágono. Com desempenho hipersônico, o SR-72 teria um regime de velocidade da ordem de pouco mais de Mach 6 (mais de 7.500km/h).

 

 

SAAB

SAAB

Últimas notícias

Parceiro

Fórum ASAS

Carrinho