AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

A380 da Emirates faz voo com combustível sustentável

Airbus A380 da Emirates. Foto: Steve Lynes

Emirates recebeu o combustível sustentável de aviação (SAF) da Shell Aviation no aeroporto Londres Heathrow. Mais de 3 mil toneladas métricas de SAF puro, misturado com combustível de aviação convencional, serão fornecidas à rede de infraestrutura de abastecimento do aeroporto até o final do verão de 2024.

Esta é a primeira vez que a companhia aérea usará SAF para operar alguns de seus voos no aeroporto Heathrow, representando o maior volume de SAF adquirido até o momento. A Emirates participa do programa de incentivo de SAF do aeroporto Heathrow, que garante a disponibilidade e preço acessível para as companhias aéreas que operam no aeroporto.

A companhia aérea vai rastrear e acompanhar a entrega do SAF no aeroporto e vai conferir seus atributos de sustentabilidade utilizando metodologias robustas de elaboração de relatórios. O SAF que a Emirates comprou da Shell Aviation será utilizado com segurança na infraestrutura atual de abastecimento do aeroporto e nos motores a jato das aeronaves. Na sua forma pura, o SAF pode reduzir em até 80% as emissões de carbono ao longo de todo o ciclo de vida em comparação com o combustível de aviação convencional.

Lançado em 2022, o incentivo para SAF do aeroporto Heathrow é o primeiro esquema desse tipo que fornece um mecanismo de apoio para reduzir a diferença de preço entre o combustível de aviação convencional e o SAF em aproximadamente 50%. Esquemas como o de Heathrow visam acelerar políticas governamentais de apoio, aumentando a competitividade do Reino Unido com investimentos em energias limpas, como a produção de SAF.
 
A estratégia de SAF da Emirates está baseada na exploração de oportunidades para utilizar o SAF operacionalmente onde estiver disponível na rede da companhia aérea, compartilhar os custos de emissões com clientes corporativos ou despachantes de carga sempre que viável, cooperar em projetos de SAF de longo prazo com parceiros competentes e apoiar empreendimentos de SAF nos Emirados Árabes Unidos com potencial para fornecer combustível sustentável de aviação em seu hub. 

A380 reabastecendo com SAF da Shell, no Reino Unido. Foto: Emirates

Atualmente, a Emirates opera voos com SAF de Amsterdã, Paris, Lyon e Oslo. No ano passado, a companhia aérea colaborou com a Shell Aviation para fornecer SAF aos sistemas de abastecimento do aeroporto de Dubai pela primeira vez, alocando SAF para vários voos. Em maio deste ano, a companhia aérea planeja trabalhar com parceiros locais no aeroporto Changi de Singapura para o fornecimento de SAF utilizando os sistemas de abastecimento do aeroporto. 

No início deste ano, a Emirates se tornou a primeira transportadora internacional a aderir ao Solent Cluster no Reino Unido, uma iniciativa com foco em investimentos de baixa emissão de carbono com potencial para criar uma fábrica de SAF que pode produzir até 200 mil toneladas (200 kt) por ano, se estiver em operação até 2032. O Cluster Solent é uma colaboração intersetorial de organizações internacionais, incluindo fabricantes e empresas de engenharia, organizações e indústrias regionais, operadoras de logística e infraestrutura renomadas e instituições acadêmicas. 

A Emirates opera voos para o Reino Unido desde 1987 e atualmente oferece serviços para sete destinos com 131 voos semanais, incluindo: seis voos diários com a aeronave A380 para Heathrow de Londres (e mais cinco voos semanais com a aeronave Boeing 777 até 26 de outubro de 2024); três voos diários com a aeronave A380 para Gatwick; dois voos diários para Stansted; três voos diários com a aeronave A380 para Manchester; dois voos diários para Birmingham (incluindo um serviço diário com a A380); um voo diário para Newcastle; e um voo diário com a A380 para Glasgow.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho