AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Airbus vence Boeing e vende 50 jatos para a United

image_pdfimage_print

Ainda concentrada nos problemas do 737 Max e sem poder comercializar a versão mais longa, 737 Max 10, a Boeing sofreu uma derrota neste dia 4 de dezembro. A United Airlines assinou com a Airbus a aquisiçã ode 50 A321XLR para substiuir a frota de Boeing 757-200.

LEIA MAIS: Notícias sobre os problemas causados pelo 737 Max

As aeronaves devem começar a ser entregues em 2024 e vão, já no ano seguinte, estrear nas rotas entre Estados Unidos e Europa. “O novo A321XLR da Airbus é o substituto ideal para os as aeronaves mais antigas e menos eficientes que operam entre algumas das citades mais vitais da nossa malha aérea internacional”, disse Andrew Nocella, Vice-Presidente e Chief Commercial Officer da United. “Estamos muito satisfeitos por nos reaproximarmos dos nossos amigos em Chicago e agradecemos a eles por sua confiança. A seleção do A321XLR pela United Airlines é um endosso da eficiência que a Airbus alcançou a esta aeronave de última geração”, disse Christian Scherer, diretor comercial da Airbus.

O A321XLR tem alcance de 8.700 km e economiza 30% de combustível quando comparado a aeronaves antigas em rotas semelhantes. Outra vantagem é ter a mesma tripulação, mesma cabine e mesmo motores do A321neo, o que reduz os custos operacionais.

Esse alcance poderá fazer a United até ampliar sua malha aérea. Será possível voar de Nova Iorque para qualquer país do Leste europeu, sendo possível chegar até a Moscou. Também estarão ao alcance todas as capitais da América Latina e parte significativa da África.

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros