AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

ANAC certifica empresa brasileira para içamento de cargas e pessoas por guincho de helicóptero

A Omni Táxi Aéreo se tornou a primeira empresa civil brasileira a receber a certificação da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para o içamento de cargas e pessoas (cargas vivas) com guincho. A empresa mantém as aeronaves dos modelos S92 e AW139 preparadas para realizar missões em locais que não permitem o pouso da aeronave em segurança, como, por exemplo, navios, unidades marítimas, terrenos desabitados e selva. Essa capacidade é crucial para operações de resgate e salvamento em situações de emergência.

Marco Aurelio Bittencourt, Gerente Executivo de Operações da Omni, vê a certificação como um grande avanço para a empresa. “Além das Forças Armadas Brasileiras (FFAA), com os helicópteros dos serviços SALVAMAR e SALVAERO, somos o único operador capaz de realizar o resgate de pacientes em unidades marítimas, quando não for possível efetuar o pouso devido ao helideck estar fora dos limites operacionais de segurança”, afirma.

A Omni também está presente além das fronteiras brasileiras. Na Guiana, onde a empresa opera cinco helicópteros do modelo S92 e um do AW139, a empresa é certificada para realizar operações de busca e salvamento (SAR – Search and Rescue, no inglês) de cargas e pessoas. “Um dos S92 é configurado com três macas e um guincho duplo, enquanto o AW139 é configurado com uma maca e um guincho single”, explica Bittencourt.

Gabriel Carvalho, Analista de Operações, comenta que missões com guincho são especiais: “Requerem equipamentos aprovados [o próprio guincho] e pessoal devidamente treinado e capacitado para garantir que todas as ações tomadas ao realizar o içamento sejam seguras e que os envolvidos estejam protegidos. Estão envolvidos, além dos pilotos, resgatistas e operadores de guincho”.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho