AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Aposentadoria precoce de um F-35A da Coreia do Sul revela alto custo de reparos

A força aérea da Coreia do Sul decidiu aposentar um dos seus 40 caças F-35A Lightning II. O problema foi uma colisão com pássaro, seguida de um pouso de emergência, ocorrido em janeiro do ano passado. Após avaliar os danos, concluiu-se ser muito caro consertar o jato.

O F-35A foi atingido por uma águia de cerca de 10 kg. Houve danos imediatos na tomada de ar esquerda e no sistema hidráulico. Sem poder baixar o trem de pouso dianteiro, o piloto acabou fazendo um pouso de barriga, totalizando cerca de 300 itens danificados, incluindo a fuselagem e o sistema de navegação.

A Coreia do Sul já recebeu 40 caças F-35A.
Foto: Angel DelCueto

Após avaliar todos os danos e negociar com os fornecedores, a Coreia do Sul estimou em cerca de 107,6 milhões de dólares o custo total da recuperação da aeronave. Isso supera o valor a ser gasto na eventual aquisição de um F-35A novo.

Em setembro, o Departamento de Defesa dos EUA anunciou a aprovação da venda de mais 25 F-35A para a Coreia do Sul, incluindo um pacote de armamentos e manutenção, por cerca de 5,06 bilhões de dólares. É avaliada a aquisição do modelo F-35B para operar a bordo de navios.

Sobre o autor

Redação

Comentários

Clique aqui para comentar

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho