AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Aviação comercial brasileira registra recuperação

image_pdfimage_print

Boas notícias para a aviação brasileira. A Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) registrou aumento da procura de serviços aéreos.

Segundo a Agência, a demanda de voos nacionais cresceu 7,3% em julho, em comparação com o mesmo mês do ano passado. Como também houve um aumento de 7,2% na oferta de assentos, o nível de ocupação foi estável, com uma média de 83,9%.

O total de passageiros transportados foi de 8,8 milhões, um acréscimo de 6,4%. Já o volume de carga cresceu 4,5%, chegando a 37,182 toneladas.

A Gol foi a líder do mercado, com uma participação de 38,4%. Em seguida vêm LATAM (29,9%), Azul (18,7%) e Avianca (12,7%).

No caso dos voos internacionais, a ocupação dos assentos registrou queda, mas foi devido ao aumento de 17,3% na oferta para uma aumento de 14,8% na demanda.

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros