AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA EVENTOS

Caças russos são piores que os norte-americanos?!

Qualquer caça fabricado pelos Estados Unidos é necessariamente melhor que os modelos produzidos na Rússia ou, antes ainda, na União Soviética?! E as aeronaves militares fabricadas pelos russos são, sempre, cópias de modelos norte-americanos?!

É que filmes e redes sociais dão a entender. Todo jato de origem não ocidental é imediatamente comparado com os modelos em uso na OTAN. Isso vale tanto para caças, bombardeiros, helicópteros e até para aeronaves civis.

Ao longo da segunda metade do Século XX, porém, alguns fatos foram contrários às narrativas do Ocidente. Por exemplo: na Guerra do Vietnã, os desdenhados MiG conseguiram abater caças considerados como muito mais avançados, como os F-4 Phantom II.

A queda do Muro de Berlim e a reunificação da Alemanha também trouxe uma surpresa. Ao contrário do que se pensava, os MiG-29 da então Alemanha Oriental não só eram avançados, mas levavam mísseis ar-ar superiores aos encontrados do lado capitalista do país.

Para conversar sobre esses assuntos, nesta quinta-feira, 28 de janeiro, a partir das 20 horas, as revistas ASAS e Aeromagazine realizam uma Live conjunta com o tema “Aviação Russa – Mitos e Verdades“. O bate-papo online poderá contar com perguntas do público e tem como convidado especial Claudio Lucchesi, autor dos livros Stalingrado 1942 e Kursk 1943, reconhecido como um dos jornalistas ocidentais com maior conhecimento sobre a aviação militar russa.

Para acompanhar a live, acesse o canal da Revista ASAS no Youtube.