AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Cresce número de acidentes aeronáuticos no Brasil

Acidente com avião da cantona Marília Mendonça, em 2021. Foto: Polícia Civil de Minas Gerais

Nos seis primeiros anos de 2023, o Brasil registrou 104 acidentes aeronáuticos. O número já representa 76% do total de ocorrências de 2022, quando foram registrados 137 acidentes. Os dados são do Painel SIPAER, que reúne dados do Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA).

A série histórica iniciada em 2013 aponta aquele ano como o de maior número de acidentes registrados: 199. Caso a média do primeiro semestre seja mantida, 2023 poderá superar este total. O ano com menor número de acidentes foi 2022, com 137 ocorrências. A média entre 2013 e 2022 foi de 146 por ano.

Os dados também apontam que o aumento de acidentes em 2023 não tem resultado em crescimento na média de fatalidades. Foram 16 acidentes fatais e 26 fatalidades até o dia 30 de junho. Isso é menos da metade dos registros de 2022, ano encerrado com 36 acidentes fatais e 49 fatalidades.

Na série histórica, desde 2013, o ano mais letal foi 2016, com 104 fatalidades em 45 acidentes fatais. No ano anterior, 2015, foram 47 acidentes fatais, porém o número de vítimas fatais ficou em 79.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho