AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Depois do Rafale, Egito vai de Su-35

Provado em combate na Síria, o Su-35 é o caça mais avançado atualmente em uso na Rússia
image_pdfimage_print

Ainda em fase de recebimento dos seus 24 caças Rafale, o Egito quer mais aeronaves de alto desempenho, e de outro fornecedor. O país teria assinado um contrato com a Rússia para adquirir entre 20 e 24 caças multifuncionais Sukhoi Su-35. O negócio é avaliado em US$ 2 bi.

A provável compra acontece em um momento de complicações na relação entre o Egito e os Estados Unidos, que congelou a ajuda militar ao país. Desde 2016, o país já adquiriu sistemas antiaéreos S-300VM4 e Buk-M2E,
34 helicópteros Kamov Ka-52 e 46 caças MiG-29M, também em fase de recebimento.

Além dos 24 Rafale, o Egito também adquiriu 46 caças MiG-29

Para completar, o Egito conta ainda com mais de 200 caças F-16A/B/C/D, uma dúzia de Mirage 2000 e ainda cerca de 60 antigos Mirage 5 ainda operacionais.

Essa poderá ser a terceira venda internacional do multifuncional Su-35, já negociado com a China e a Indonésia. A Rússia, claro, também opera o modelo.

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros