AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Embraer anuncia forte crescimento em aviação executiva

Phenom 300 fabricado pela Embraer. Foto: Bene Riobó

A divisão de aviação executiva da Embraer registrou neste primeiro trimestre de 2024 o melhor desempenho dos últimos oito anos. Foram 18 jatos entregues, frente a oito no mesmo período do ano passado, um crescimento de 67%.

O destaque é o Phenom 300, com dez unidades. O Phenom 100 teve uma unidade entregue. Já os Praetor 500 e Praetor 600 tiveram 3 e 4 entregas, respectivamente. Em paralelo, o setor de aviação executiva encerrou o trimestre com uma carteira de pedidos de US$ 4,6 bilhões, um aumento de US$ 300 milhões em relação ao trimestre anterior.

Ao todo, a Embraer entregou 25 jatos no primeiro semestre de 2024. Completam a lista quatro E195-E2 e três E175, ambos os modelos da divisão de aviação comercial. Nesta área, a empresa comemorou chegar ao fim de março com uma carteira de pedidos de US$ 11,1 bilhões, US$ 2,3 bi a mais que em relação ao último trimestre de 2023.

O E195-E2 tem se destacado entre os aviões comerciais da Embraer. Foto: Matti Blume

O destaque do trimestre foi o acordo com a American Airlines para 90 E175s, com direitos de compra para outros 43 jatos adicionais. O pedido da companhia aérea tem o objetivo de atender à demanda doméstica nos Estados Unidos. Além disso, a Embraer entregou um E195-E2 para a Azorra, que voará sob a bandeira da Royal Jordanian.

Na área de defesa, o destaque foi o primeiro voo do C-390 Millenium da força aérea da Hungria. Porém, a carteira de pedidos registrou uma retração de 4% frente ao fim de 2023, alcançando US$ 2,4 bilhões. Para tentar conquistar mais mercado, chamou a atenção a mostra do C-390 e do A-29 Super Tucano nos Estados Unidos.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho