AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Embraer prevê mercado de US$ 650 bilhões em 20 anos

A Embraer prevê que o mercado global de aeronaves com menos de 150 assentos – atendido pelos seus aviões – deve movimentar 650 bilhões de dólares nos próximos 20 anos. A empresa brasileira apresentou nesta semana, no Farnborough Airshow, no Reino Unido, o documento Embraer Market Outlook 2022.

A Embraer projeta que as companhias aéreas devem adquirir 8.670 jatos e 2.280 aviões tuboélices, dela e das suas concorrentes. No primeiro caso, serão 2.740 unidades para a América do Norte, 2.230 para Ásia-Pacífico e 2.320 para a Europa. Já no universo dos tuboélices esses números serão de 400 para a América do Norte, 500 para Europa e 960 para Ásia-Pacífico.

A América Latina também deve ter sua força, com 750 jatos e 180 turboélices. Já para a África são projetados 300 jatos e 200 turboélices, sendo a região com menor diferença proporcional entre os dois tipos. Já o Oriente Médio terá 40 novos turboélices e 330 jatos.

De acordo com a análise, em 2024 o mercado irá atingir o mesmo patamar de receita de 2019 e posteriormente crescerá anualmente 3,2%, em média, ao longo das próximas duas décadas. A projeção era de 3,3%, mas foi reduzida por conta desaceleração e curto prazo da economia global, os efeitos da pandemia e o impacto do conflito Rússia-Ucrânia.

Natal ASAS! Grandes ofertas!

Nova edição da ASAS

Carrinho