AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

França, Alemanha e Espanha desenvolvem caça do futuro

image_pdfimage_print

A Dassault e a Airbus revelaram no Paris Air Show o primeiro mockup do Franco-German Future Combat Air System (FCAS)/ Système de Combat Aérien Futur (SCAF). O jato de 6º geração criado para substituir o Eurofighter Typhoon e o Rafale recebeu, no mesmo evento, a Espanha como país-parceiro, ao lado da França e da Alemanha.

O avião tem o seu desenvolvido baseado na ideia de ser um sistema de sistemas integrados. “O FCAS é mais que um avião. Ele consolida vários elementos interconectados e interoperacionais, como uma aeronave de caça, aeronaves remotamente pilotadas (drones) de grande alcance, mísseis de cruzeiro, caças atualmente em operação, satélites e enxames de drones”, diz o comunicado da Airbus.

Há a opção de o futuro caça ainda ter um piloto a bordo, mas é possível haver versões controladas remotamente. De toda forma, o conceito será que as aeronaves voem acompanhadas de aviões-robôs para diversos tipos de missões.

Somente os estudos iniciais do FCAS devem durar dois anos e custar US$ 74 milhões. Os protótipos devem voar a partir de 2026. A expectativa é que a aeronave seja fisicamente maior que os caças atuais.

Sobre o autor

Redação

Comentar

Clique aqui para comentar

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros