AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Galeão se destaca no transporte aéreo de carga

Aeroporto do Galeão. Foto: Diego Baravelli

Responsável por 12,8% de market share no setor de carga aérea no Brasil, o maior desde 2014, RIOgaleão Cargo encerrou 2023 com avanço de 35% em relação a 2022. No ano, o terminal de cargas otimizou sua própria eficiência em 16%, reduzindo o tempo médio de liberação de carga de 40h38 em 2022 para 34h02. A implementação do novo sistema de Controle de Carga e Trânsito, o CCT Modal Aéreo – sistema da Receita Federal -, foi reconhecida pela Organização Mundial das Aduanas com o certificado de mérito.

O RIOgaleão Cargo fechou o ano de 2023 com US$ 11,1 bilhões em movimentação de cargas, o que representa um avanço de 14% em comparação com o ano anterior. O resultado é o segundo recorde consecutivo desde o início da concessão, em 2014. O ano também registrou aumento no volume de importação nos segmentos farmacêutico, e petrolífero e gás, além do destaque em setores como transporte aéreo, metal-macânico, químicos e equipamentos médicos.

Foto: RIOgaleão

A implementação do CCT Modal Aéreo exigiu mapeamento e alterações nos processos operacionais e de controle do RIOgaleão, assim como o desenvolvimento de integrações entre sistemas. O Aeroporto Internacional do Rio foi o pioneiro no país a realizar workshops de treinamento para companhias aéreas, agentes de carga, transportadores e importadores, além de disponibilizar, durante 30 dias, uma sala online aberta para tirar dúvidas e oferecer apoio, após implantar o novo sistema.

O Aeroporto Internacional Tom Jobim iniciou seu processo de transformação em agosto de 2014 com a chegada da Changi Airports International (CAI), acionista majoritária e investidora da concessionária. A empresa é responsável pela operação dos principais aeroportos do mundo, incluindo o Singapore Changi Airport, considerado um dos melhores terminais do mundo pela consultoria britânica Skytrax nos últimos 10 anos.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho