AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA

Gol e Azul se valorizam no mercado, Azul manterá rotas para os EUA

image_pdfimage_print

Nem a crise política no Brasil nem a decisão do governo dos Estados Unidos de impedir a entrada de estrangeiros vindos do Brasil causaram o esperado terremoto nas companhias aéreas brasileiras. Gol e Azul ganharam valor de mercado hoje na Bolsa de Valores.

O dia significou para a Azul um avanço em 4,12% no valor das suas ações na Ibovespa, uma alta de 4,12%. Já a Gol registrou uma subida de 4,01%. Os ganhos acontecem em um cenário geral positivo para a economia brasileira, com alta de 4,25% no Ibovespa e com o valor do dólar se desvalorizando 2,08%.

As boas notícias para as empresas aéreas são resultado tanto da ação do governo para conter o valor do dólar, somente hoje o Banco Central do Brasil fez uma ofeta de 2 bilhões de dólares no mercado, quanto a promessa de ajuda para as companhias. O pacote de socorro deve chegar a 4 bilhões de Reais, sendo 60% do BNDES.

Voos para os EUA

A Azul também anunciou que manterá normalizadas seus voos para Orlando e Fort Lauderdale. A meta é transportar as pessoas que se enquandram como exceção nas regras da Casa Branca: cidadãos norte-americanos e estrangeiros com green card poderão continuar a voar entre Brasil e Estados Unidos. Há também expectativa de lucratividade com o transporte de cargas.

Como o Decreto da Casa Branca tem validade a partir do próximo dia 29, a Azul também decidiu realizar um voo extra na quinta-feira, dia 28, que terá como destino Fort Lauderdale. A aeronave decolará de Campinas às 09h35 e tem chegada prevista em solo americano às 17h30. Essa é uma oportunidade para aqueles brasileiros que precisam ir aos EUA antes da efetivação da medida.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros