AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Grécia vai pagar US$ 1,6 bi para ter pilotos de caça treinados nos padrões de Israel

M346 Lavi da Força Aérea de Israel Foto: IDF
image_pdfimage_print

Em pleno processo de modernização de 84 caças F-16 para o padrão F-16V, aquisição de novos jatos Rafale e negociações para receber os F-35, a Grécia também decidiu mudar o treinamento da sua força aérea. Mais de 1,68 bilhão de dólares serão gastos para reformular sua escola de formação de pilotos aos moldes do criado pela Heyl Ha’Avir, a força aérea de Israel.

O acordo de 20 anos, assinado pelos ministros da defesa dos dois países, envolve a contratação da empresa Elbit Systems para tornar o projeto possível. O valor inclui o upgrade e modernização dos turboélices T-6 Texas II, já em uso na Grécia, a compra de dez jatos de treinamento avançado Leonardo M346 Master, simuladores, treinamento e apoio logístico.

Quando a estrutura grega estiver pronta, a escola deverá atuar em cooperação próxima com a israelense. A compra do M346 também significará a aposentadoria dos T-2 Buckeye.

A Elbit já tem experiência em trabalho com a escola de voo do Reino Unido.

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

Lançamento! ASAS 116

O Voo do Impossível

Parceiros