AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA DOS ARQUIVOS DE ASAS

Há 50 anos, um caça pousou sozinho

image_pdfimage_print

Era 2 de fevereiro de 1970. Um Convair F-106 Delta Dart do 71st Fighter-Interceptor Squadron, da Base Aérea de Malmstrom, em Great Falls (Montana), sob comando do Capitão Gary Faust estava em missão de treinamento quando entrou em um parafuso praticamente irrecuperável.

O piloto decidiu ejetar a 4.600 metros. Porém, para a surpresa de toda a sua esquadrilha, a aeronave se recuperou sozinha e pousou suavemente em um campo coberto de neve. Um dos pilotos na formação teria dito no rádio: “Seria melhor voltar lá pra dentro…”

Os danos na aeronave foram tão leves que ela voltou à operação! E o próprio Gary Faust voltaria a voar o F-106, nove anos após o acidente!

Apesar de ser um interceptador, o caça ganhou o apelido de “Cornfield Bomber”. Com número de série 58-0787, o F-106 esteve em serviço entre 1958 e 1988. Hoje, está preservado no Museu da USAF em Dayton, Ohio.

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros