AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA DOS ARQUIVOS DE ASAS

Há 80 anos ocorria a primeira ejeção de emergência

Há exatos 80 anos, em 13 de janeiro de 1942, pela primeira vez na história uma pessoa salvava sua vida graças a um assento ejetável. Foi Helmut Schenk, piloto de testes do protótipo do jato Heinkel He 280.

A aeronave estava sem seu motor – o objetivo do voo era testar o jato Argus As 14, que deveria ser utilizado em mísseis. Para isso, o Heinkel He 280 decolou sendo rebocado por dois Bf110C. Ao alcançar 2.400 metros do solo, Helmut Schenk percebeu que suas superfícies de controle estavam congeladas, e por isso não teria controle.

De forma tranquila, ele soltou o cabo que o prendia aos rebocadores e ejetou. Segundos depois chegou ao solo, em segurança.

A história, porém, é questionada por outros países, que não reconhecem que a Alemanha teria esse nível de tecnologia àquela época.