AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Índia desponta como alternativa para manutenção de caças russos

Su-30 Flanker da Força Aérea de Uganda. Foto: Melting Tarmac Images

As sanções econômicas do Ocidente contra a Rússia podem afetar os operadores de aeronaves fabricadas pelo país, porém, já começaram a surgir as táticas para “driblar” as medidas. No início do mês, Uganda assinou com a Índia um memorando de entendimento para o suporte dos seus caças Sukhoi Su-30MK2 Flanker.

O país africano recebeu seis desses jatos há dez anos, e depende do apoio russo para a manutenção. Agora, irá contar com o trabalho da Hindustan Aeronautics Limited (HAL), empresa indiana que produz o Su-30 sob licença desde 2004. Mais de 200 unidades já foram produzidas na Índia.

Ainda em 2010, a HAL assinou um contrato para apoiar a frota de Su-30 da Malásia. Agora, além de Uganda, a empresa poderá se tornar fornecedora de outros países que operam o Su-30, como Argélia, Angola, Armênia, Indonésia e Venezuela.

NOVA EDIÇÃO DA ASAS! PRÉ-VENDA!

USE O CUPOM: FRETE GRÁTIS

Carrinho