AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

JF-17 busca vendas com abate de Sukhoi Su-30

JF-17 no Paris Air Show de 2015. Apesar dos esforços, o caça não tem sido um sucesso comercial
image_pdfimage_print

A Força Aérea do Paquistão afirma que em fevereiro, durante tensões na fronteira com a Índia, caças JF-17 Thunder fabricados localmente derrubaram um MiG-21 e um Su-30MKI na região da Caxemira. Apesar de a informação não ser confirmada por fontes internacionais, a história deu novo ânimo para a exportação do caça desenvolvido em parceria com a China.

Agora, no Paris Air Show 2019, os paquistaneses apresentam uma nova versão com o radar AESA KLJ-7A e maior autonomia. Também foram apresentados planos para desenvolvimento de uma versão de treinamento para dois pilotos.

O marketing diz que a aeronave tem as mesmas capacidades do F-16, porém custando a metade do preço. Porém, até agora, só foram conquistadas vendas para Myanmar (16 unidades) e Nigéria (3).

Hoje, o Paquistão já conta com cerca de cem desses caças. Mesmo assim, tem também uma centena de jatos F-16 para sua defesa.

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros