AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

KC-390 terá datalink da OTAN, Brasil testa “versão VIP”

Foto: Bianca Viol / Força Aérea Brasileira

Um KC-390 da Força Aérea Brasileira foi utilizado no dia 30 de junho para uma missão diferente: se tornar por um voo o “FAB 01”, designação dada à aeronave que transporta o Presidente da República. Porém, a presença o Chefe de Estado não utilizou os assentos de tropa instalados no avião: pela primeira vez foram utilizados os chamados “assentos paletizados”, uma solução rápida para aumentar o nível de conforto a bordo.

Não chega a ser uma configuração “VIP”, mas oferece um conforto superior às classes econômicas dos aviões comerciais. As poltronas foram instaladas na disposição 2-2, o que permitiu levar, pelo menos, 52 assentos, conforme mostra a imagem publicada em redes sociais pelo Comandante da Aeronáutica, Tenente-Brigadeiro do Ar Carlos Baptista Júnior. Até Nelson Piquet, ex-piloto de Fórmula 1, estava na comitiva.

Não é a primeira vez que aviões de transporte mais “rústico” da Força Aérea Brasileira são adaptados para missões presidenciais. Em 2008, o então presidente Lula foi até a Antártica a bordo de um C-130 Hércules da FAB. Outras aeronaves, como o C-105 Amazonas, também já foram utilizadas em complemento à frota do Grupo de Transporte Especial, responsável tradicional pela missão.

O voo do presidente Jair Bolsonaro no KC-390, que contou até com interceptação de caças F-5EM, ocorreu pouco mais de um mês após a Força Aérea Brasileira anunciar a redução da encomenda do cargueiro fabricado pela Embraer, o mais avião já produzido no Brasil. Sob a alegação de falta de recursos, o número deve cair de 28 para 16.

LEIA TAMBÉM – FAB vai desistir de parte dos KC-390: faltam recursos

Datalink na OTAN

Em Portugal, a Força Aérea confirmação da compra de terminais MIDS JTRS para as cinco aeronaves KC-390 a serem recebidas entre 2023 para substituir os quatro C-130 Hércules hoje em serviço. O sistema Multifunctional Information Distribution System (MIDS) / Joint Tactical Radio System (JTRS) permitirá a utilização do Link 16, datalink padrão das forças militares da OTAN. Somente com essa atualização, o governo português deve investir mais de três milhões de Euros, com pagamentos previstos para até 2028.

Há embasamento técnico. Em seu trabalho para promoção à oficial superior, o Capitão António Pedro Boavida Sequeira Costa, publicou pelo Instituto Universitário Militar de Portugal um estudo em que aborda a adoção do Link 16 pelo KC-390. Com base na operação dos P-3C modernizados, ele afirma que “a não integração da capacidade (…) limita inexoravelmente a sua exploração operacional”.

 

Visite a loja da Editora Rota Cultural e veja nosso acervo de
livros, edições da revista ASAS e produtos ligados à aviação!

  • FORÇAS ARMADAS BRASILEIRAS
    PRODUTO EM PROMOÇÃO
     R$19.50
  • Revista Asas – Edição 101
    PRODUTO EM PROMOÇÃO
     R$6.90
  • Assinatura Revista ASAS Aplique o cupom “Assinatura” E ganhe R$ 25,30 de desconto!
    R$153.30