AVIAÇÃO COMERCIAL & PRIVADA AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Maior rival do C-390 avança para mercado civil

Cockpit do LM-100J é semelhante ao do C-130J, mas sem os equipamentos militares
image_pdfimage_print

Agora batizado como C-390 Millennial, o jato de transporte da Embraer contará com a ajuda da Boeing para ganhar mercados militares e civis, mas a disputa não vai ser fácil. No dia 15 de novembro, a versão civil da mais nova geração do C-130 Hércules, designada LM-100J, foi aprovada pela autoridade de aviação civil dos Estados Unidos, a Federal Aviation Administration (FAA).

O primeiro usuário do LM-100J deve ser a companhia Pallas Aviation, que a partir de 2020 deve utilizar os cargueiros para serviços nas áreas de petróleo, gás e mineração. A Pallas adquiriu duas aeronaves, mas a Lockheed garante ter mais três encomendas de outros operadores ainda não divulgados. A expectativa é vender até 45 LM-100J para clientes em todo o mundo.

Sem equipamentos militares, o LM-100J carrega 1.400 kg a mais de carga que o C-130J. Por esse motivo, mesmo algumas forças aéreas podem optar pela versão civil, que é baseada no C-130J-30, que utiliza uma célula 4,6 metros mais longa.

Entre 1965 e 1992, a Lockheed Martin fabricou 115 exemplares do L-100, baseado nas versões iniciais do C-130.

Assista ao vídeo sobre a certificação do LM-100J:

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros