AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA

Mais 400 F-16 zero km?

O F-16 entrou em operação em 1978, 40 anos atrás. E ainda ganha novas encomendas
image_pdfimage_print

A Lockheed Martin, fabricante dos caças F-16, acredita ser possível vender 400 unidades novas do caça. A aposta da companhia é no Block 70, nova versão equipada com radar APG-83, de varredura eletrônica ativa, e de um display de grandes dimensões na cabine, entre outras melhorias.

A expectativa se manteve em alta depois de junho, quando o Bahrain confirmou a aquisição de 16 exemplares dessa nova versão. Em abril, a Eslováquia havia confirmado a compra de 14 unidades.

Essas vendas manterão a fábrica de Greenville na ativa. A Lockheed está em forte campanha para vender a versão a mais países, com destaque para aqueles do Oriente Médio.

O primeiro F-16 Block 70 do Bahrain entrará em operação no fim de 2021. Isso significa que são grandes as chances de haver caças F-16 em plena operação na metade do século XXI.

Garanta já a sua Edição 114 de ASAS!

Promoção Fim de Ano!

Novidade! Assine ASAS também na Versão Digital!

Parceiros