AVIAÇÃO MILITAR & DEFESA Documento ASAS DOS ARQUIVOS DE ASAS

Mais perigoso que a guerra: os voos sobre Chernobyl

Helicóptero soviético se aproxima da usina de Chernobyl Foto: USFCRFC/IAEA Imagebank

O que pode ser mais perigoso que voar em uma guerra? Na opinião de veteranos da antiga União Soviética, foi cumprir missões sobre Chernobyl logo após o acidente nuclear ocorrido em 1986.

Mais de 90 helicópteros foram utilizados para missões que iam do transporte de feridos até a medição da radiação em voos a baixa altura sobre o reator nuclear exposto. Os helicópteros tiveram até a tarefa de lançar concreto sobre a fonte de radiação.

Foto: Arquivo Revista Asas

O risco era tão grande que, apesar de todos os cuidados, as tripulações precisavam ser trocadas a cada duas ou três missões. Mesmo assim, muitos dos envolvidos acabaram sofrendo de doenças.

A história completa das Operações Aéreas em Chernobyl você confere no episódio 14 do Documento ASAS. Confira: